segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

PERMACULTURA: A COOPERAÇÃO COM A NATUREZA

http://www.revolucoes-sustentaveis.blogspot.com/

"Os pontos fundamentais são definidos assim:

· 0 cuidado com o planeta Terra - Essa é uma afirmação simples e profunda, com o intuito de guiar nossas ações para a preservação de todos os sistemas vivos, de forma a continuarem indefinidamente no futuro. Isso pressupõe uma valorização de tudo o que é vivo e de todos os processos naturais. A árvore tem valor intrínseco, é valiosa para nós, não somente pela madeira ou pelos frutos, porque é viva e realiza um trabalho que proporciona a continuidade da vida no planeta. Assim, também têm valor a água, os animais, o solo e toda a complexidade de relações entre organismos vivos e minerais existentes na Terra.

· 0 cuidado com as pessoas - O impacto do ser humano no planeta Terra é, sem dúvida, o mais marcante. (...) Somos 6 bilhões habitando na superfície terrestre. Assim, se pudermos garantir o acesso aos recursos básicos necessários à existência, reduziremos a necessidade de consumir recursos não-renováveis. Portanto, os sistemas que planejarmos devem prover suas necessidades de materiais e energia, como, também, as necessidades daquelas pessoas que neles habitam.

· Distribuição dos excedentes - Sabemos que um sistema bem planejado tem condições de alcançar uma produtividade altíssima, produzindo assim um excesso de recursos. Portanto, devemos criar métodos de distribuição eqüitativos, garantindo o acesso aos recursos a todos que deles necessitam, sem intervenção de sistemas desiguais de comércio ou acumulação de riqueza de forma imoral. Qualquer pessoa, instituição ou nação que acumule riqueza ao custo do empobrecimento de outras está diminuindo a expectativa de sustentabilidade da sociedade humana.

· Limites ao consumo - Isso requer um repensar de valores, um replanejamento dos nossos hábitos e uma redefinição dos conceitos de qualidade de vida. Alimento saudável, água limpa e abrigo existem em abundância na natureza; basta que com ela cooperemos.

Como ilustração, podemos citar algumas máximas da Permacultura:

a) O problema é a solução;

b) Substituir altos investimentos e trabalho por planejamento e criatividade;

c) A diversificação garante a estabilidade;

d) A estabilidade vem quando se fecham os ciclos;

e) Os problemas são basicamente domésticos e podem ser resolvidos no nível doméstico;

f) Todo sistema deve produzir mais energia do que consome;

g) Visa-se cooperação em vez de competição, integração em vez de fragmentação.

Permacultura é um caminho, uma filosofia de vida. Está pautada em grandes princípios e é extremamente prática abrindo um grande campo de estudo, aprendizado e trabalho."


2 comentários:

joana disse...

ola,eu chamo-me joana e estou directemente ligada à permacultura ha aproximadamente 1 ano. gostava de saber se tens alguma prespectiva futura relacionada com este tema.
deixo-te o meu mail joanamargalvao@hotmail.com para que possas comunicar se estiveres interessado.
abraço

joana disse...

ola,eu chamo-me joana e estou directemente ligada à permacultura ha aproximadamente 1 ano. gostava de saber se tens alguma prespectiva futura relacionada com este tema.
deixo-te o meu mail joanamargalvao@hotmail.com para que possas comunicar se estiveres interessado.
abraço